Novo diretor de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal diz que vai ampliar o combate à corrupção.

A Diretoria de Combate ao Crime Organizado da Polícia Federal tem um novo comandante, e ele vem com a missão de ampliar o combate à corrupção. A diretriz foi determinada pelo novo diretor-geral da PF, Fernando Segóvia, que oficializou nesta segunda-feira (13) o convite ao Delegado Eugênio Ricas.

Segóvia e Ricas já trabalharam juntos na Superintendência da PF no Maranhão. “Temos a missão de ampliar ainda mais o combate à corrupção, ao tráfico de drogas e de armas. É a orientação do Diretor”, afirmou Ricas.

A Diretoria de Combate ao Crime Organizado é responsável pelas delegacias que cuidam Ricas recebeu carta branca para montar a equipe. “Vou fazer uma análise, a PF tem quadros muito bons”, afirmou o delegado.das operações de combate à corrupção no País.
Questionado sobre o desafio de assumir a Lava Jato, Ricas disse que “independente do batismo da operação” o importante é ampliar o trabalho e de maneira integrada. “O próprio diretor-geral falou que a corrupção no Brasil é um problema sistêmico e, em razão disso, temos que fazer esse trabalho no País inteiro. Não só limitado a uma Lava Jato, mas combater a corrupção de maneira integrada em todo o País”.

 

 

SEM COMENTÁRIO